Sexta-feira, 27 de novembro, 2020

O ingresso no ensino superior constitui um momento marcante na vida dos jovens estudantes, representa um período de grandes desafios e mudanças. Estudos evidenciam a maior possibilidade de aumento corporal nos primeiros anos da vida universitária levando a mudanças no estado nutricional do indivíduo. Este estudo objetivou descrever a prevalência e os fatores associados ao ganho de peso em estudantes de uma instituição federal de ensino superior. Foi realizado um estudo transversal com amostra de 279 estudantes, com uso de questionário semiestruturado através de escalas validadas. Para uma análise da associação entre as variáveis ​​utilizou-se o modelo de regressão de Poisson com variância robusta, sendo selecionado como variáveis ​​que fonte de significância estatística de 20% (p <0,20) para serem inseridas no modelo multivariado. Para a interpretação dos resultados no modelo final, se considerado p ≤ 0,05. A ganho de ganho de peso> 10% foi de 29,39%. Anos de entrada, ansiedade, alimentação emocional, IMC atual e percentual de gordura corporal foram associados ao ganho de peso. Esses dados preocupam pois tratam-se de estudantes universitários de um campus multidisciplinar em saúde. Portanto, torna-se importante conhecer como modificações ocorridas no estado nutricional dos estudantes após seu ingresso no ensino superior para o treinamento com o foco de debate sobre a importância sobre a temática e possível na vida do indivíduo dentro do âmbito acadêmico.

  • Ananda Ivie Dias NovaisUFBA
  • Ingrid Bianca Lima de OliveiraUniversidade Federal da Bahia
  • Poliana Cardoso Martins
  • Verena Macedo Santos
  • Fernanda Rodrigues de Oliveira Penaforte

Leia mais: https://raca.fiocruz.br/index.php/raca/article/view/17

Comentários estão fechados.